sábado, 28 de dezembro de 2013

Textura pictórica

Um dos objetos de investigação que mais tem me intrigado ultimamente no desenho gestual é a questão conceitual de quanto é possível protelar o fim e manter-se no processo (meio), sem desembocar na colocação de detalhes ou cair na tentação de reproduzir tudo o que se vê. Estudar e compreender a essência visual sob a lógica pictórica implica criar textura, por exemplo, pela manipulação da imagem descolada do seu objeto. E é isso que resolvi fazer com este desenho de  réptil (não sei se é crocodilo ou jacaré), a exemplo, do que fiz em outros momentos com os gestuais de árvores (http://mauriciotakiguthi.blogspot.com.br/2013/11/sou-uma-arvore-e-o-tempo-e-inverno.html)  e de aves ( http://mauriciotakiguthi.blogspot.com.br/2012/11/desafio-do-feriado.html).


Anteriormente, fiz duas versões mais sucintas, uma em grafite e outra, com caneta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por Email