segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Tinta acrílica x tinta a óleo

Resolvi experimentar a tinta acrílica muito mais para matar uma curiosidade, pois ultimamente tenho ouvido com certa frequência que este material é mais difícil manipular do que o óleo pelo fato da acrílica secar mais rápido e não aceitar tantos retoques sob o sistema molhado sobre molhado. Do meu ponto de vista, o que torna o óleo o veículo mais complexo para trabalhar é essa qualidade de secagem lenta. Isso faz com que o pintor seja obrigado a lidar com muito mais variáveis como: saber esperar a melhor hora para que a tinta assente para sobrepor uma outra camada sem secar; saber compensar o grau de pastosidade da tinta da camada de baixo e de cima; antecipar mentalmente as consequências do cruzamento de cores no molhado sobre molhado (que é totalmente diferente do molhado sobre seco) - o que implica compensar o nível de saturação e de temperatura para que as cores sobrepostas não se anulem a ponto de gerar cor suja; controlar o peso do pincel, tipo de medium, tipo de cerda para conseguir determinado efeito, entre outras. Embora tenha gostado do resultado, quanto mais eu pinto com acrílica, mais fico fã do óleo.



Estudo a partir de uma peça de bronze de Rodin

14 comentários:

  1. material é material... o q importa é conteúdo.
    E isso tá muito em falta aqui.

    ResponderExcluir
  2. Sr. "anônimo": material é material, com certeza, num primeiro olhar, mais básico e superficial, típico de leigo. Como diz Harold Speed em seu livro Oil Painting Techniques, há maior probabilidade numa exposição de estudantes de encontrar uma aquarela agradável do que uma boa pintura a óleo, bem executada. O mesmo vale para a acrílica. Na prática, isso acontece por aquilo que explanei no post: não dá para comparar o grau de complexidade do óleo com da acrílica pela quantidade de variáveis que se deve dominar para pintar. Algo que provavelmente não saiba é que o fato de se pintar molhado sobre seco, faz com que certos problemas na acrílica sejam reduzidos consideravelmente em relação ao molhado sobre molhado do óleo. Existem sucessões de camadas do tipo veladura, que faz com que se reduza a existência de cor suja, problema muito mais frequente no óleo. O trabalho de borda, fator que determina o ritmo e velocidade na pintura, por meio de pinceladas, também se torna um elemento bem mais simplificado com a secagem rápida na acrílica. Quanto ao conteúdo, ele existe: de natureza técnica, mas só conseguem entender, compreender e assimilar o que escrevi, em geral, aqueles que tem um grau maior de estudo e aprofundamento. Os elementos técnicos, entendidos como instrumentos de expressão, são fundamentais para que o conteúdo portanto seja melhor explorado. Neste tipo de argumento que usou de que "falta" conteúdo também falta "conteúdo", pois é o tipo de afirmação muito genérica e vaga. Se reparou, neste blog, boa parte do conteúdo fala dos bastidores de quem trata do assunto como especialista. Se quiser especificar qual o tipo de conteúdo que falta, fique à vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo. É muito bom ver comentários de pessoas que já têm uma certa experiência com a pintura, pois eu não entendia por que a pintura ficava com a chamada "cor suja". Enfim, mas para uma iniciante, é aconselhável usar tinta acrílica ou eu poderia reduzir a cor suja com as pinceladas? (Pinceladas mais curtas e carregadas?!)

      Excluir
  3. Me considero leigo em pinturas tanto acrilica quanto a oleo ...Ja acompanho a um bom tempo seu trabalho mauricio e acho que este tipo de comentario do Sr Anônimo é tão infeliz que não merece resposta . Mais enfim ....
    Acredito que em breve consigo fazer uma visita ao seu atelier e me informar sobre seu curso ... gosto muito do seu trabalho !
    Mario

    ResponderExcluir
  4. Valeu, Mario, pelas palavras. Quando puder, vá fazer uma visita que será um prazer.
    Abs.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Maurício pelo seu trabalho. O comentário sobre os tipos de tinta foi muito proveitoso. Não sou uma artista profissional como você, mas também prefiro a tinta óleo. Muita paz!

    ResponderExcluir
  6. Muricio,
    Quero começar a pintar, não profissionalmente como você, alias belos trabalhos, meus parabéns,
    mas gostaria de saber o que você sugere para quem vai começar? sobre a tinta a oleo: quais pinceis são melhores?
    agradeço

    ResponderExcluir
  7. Os melhores pincéis por sua flexibilidade de uso são os filberts também chamados de "línguas de gato" em português. Pode encontra-los na Casa do artista ou na Loja Pintar.

    ResponderExcluir
  8. Fantásticas sua obras Mauricio! Sem duvidas, você está na minha lista de artistas que me inspiram e admiro.
    Lendo este seu post fiquei curiosa em pintar usando tinta acrílica.Até hoje, só me arisquei pintar usando tinta óleo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Parabens pela estrutura e conteudo de seu blog, estou compartilhando aqui, Forte abraço Willian mdf artesanato
    faça-nos uma visitaWWW.CENTRALCAIXAS.COM

    ResponderExcluir
  10. Takiguthi,
    Sei que um projeto artístico como uma pintura a óleo poderá perdurar por vários anos. Mas, já é possível ter uma ´´base´´ de quanto tempo poderá manter-se em perfeitas condições uma pintura produzida com tinta acrílica (sem nenhuma restauração) ?

    ResponderExcluir
  11. Estou no trabalho agora...desculpe-me.

    ResponderExcluir

Seguir por Email