sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Ensimesmado III

Anotação de 2007: Muitas vezes, trabalhamos os pequenos detalhes (como cílios, rugas, fios de cabelo, reflexo e brilho nos olhos, etc) não só para dar acabamento mas como uma estratégia de "sustentar" o desenho e a pintura. Contudo, o que deve, em princípio, sustentar a leitura é a estrutura dos grandes planos e massas e não o detalhe. Uma boa alternativa, saída muito utilizada pelos pintores pictóricos, para evitar a compensação da falta de estrutura pela ênfase maior dos detalhes é explorar o contraste de pequenos "toques" que geram borda dura ou intermediária, com valores diferentes, altos ou baixos, sobre uma boa base. Isso é suficiente para segurar o olhar. Nesta obra, não há detalhes minuciosos nos olhos, mas o pequeno toque na área adjacente, como na pálpebra inferior gera movimento suficiente para evitar a descrição do específico. O conceito técnico foi manter a leitura fluindo na região periférica dos olhos.
Ensimesmado III, OST, 2007

4 comentários:

  1. Visitei esse blog por tabela do de um amigo meu, curioso porque lá só havia este além do meu... E o que me deixou extremamente feliz no conteúdo, mais do que o nível técnico que você tem, é o espírito de artístia tão evidente no que você escreve, e isso é uma jóia rara ultimamte. Parabéns pelo seu trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedro, legal que tenha gostado e fico satisfeito que tenha visto o artista por trás da obras, afinal, essa é a minha intenção: de que a obras falem por si mesmas.

    ResponderExcluir
  3. Mauricio parabens!!! faço das minhas as palavras do Pedro Alves, vocetem um ótimo "alicerse" e o que é melhor muito elucidativo e direto! duuvida, voce por acaso frequentava a praça da republica enre os anos de 2003 e 04 especificamente a banco do Sr. Martinez? um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi Caetano, nunca frequentei a Praça da República. A única feira de que fiz parte foi a do Shopping Iguatemi.
    Abs,
    Mauricio.

    ResponderExcluir

Seguir por Email