sexta-feira, 22 de julho de 2016

Estudo de estrutura no óleo nov/2015

Depois de estudar sistematicamente por anos a estrutura do desenho (desenvolvendo o sistema gestual pictórico), a estrutura das massas e dos valores (de acordo com a concepção de fluxo de luz), finalmente posso me dedicar com mais afinco à investigação mais íntima da estrutura das cores. 
E o que me interessa como sempre, não é a mera imitação/reprodução do que se vê, é o levantamento de questões acerca desse campo na forma de conceito, que sirva de orientação para o trabalho técnico por sensação. 
O ponto de partida crucial para pensar a cor é o levantamento e elaboração de uma paleta reduzida (não restrita), pela observação seletiva e análise das cores do modelo. O recorte da minha premissa metodológica consiste em subordiná-las às dimensões de temperatura e complementaridade (direta e indireta).
O interessante, como pude constatar no exercício, é que por meio da montagem de uma base simples, mas complexa, é possível extrair uma estrutura que se desdobra de forma mais elaborada, ordenada e sensível, o que amplia e potencializa a prática, novas experiências e possibilidades de entendimento, tanto conceitual como intuitivo.

À esquerda, no estudo menor, escolha da paleta de cores; no centro, o estudo definitivo; à direita, ordenamento das grandes massas no carvão.

Estudo de estrutura no óleo.

Um comentário:

  1. Maurício, boa noite! Tudo bem? Cara, estou encantada por suas obras, pena que demorei para encontrar seu blog.
    Você tem Instagram? O meu é tuty_vitoria06
    Gostaria de entrar em contato com você
    Abraços, fique com Deus

    ResponderExcluir

Seguir por Email