quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Estudo de estrutura das massas a partir da obra de Carolus Duran

Pesquisando na internet sobre os pintores pictóricos, cheguei a um retrato executado por Carolus Duran, mestre responsável pela formação inovadora de vários pintores na segunda metade do século XIX, entre eles John Singer Sargent. Influenciado inicialmente por Courbet e Manet, sofreu mais tarde forte impacto de pintores barrocos como Van Dyck e Velásquez.
O que me chamou atenção na obra "Portrait of Hanoteau" foi a soltura com que trabalhou a sobreposição das grandes massas, de uma forma radicalmente diferente do sistema indireto acadêmico.
Neste caso específico, resolvi parar um pouco além da estrutura mas sem avançar no acabamento, pois o intuito foi compreender a interação de camadas em termos de pastosidade, família de cor e temperatura, sob a lógica de construção "molhado sobre molhado" ("wet into wet").
 
Estudo feito a partir do "Retrato de Hanoteau", OST, 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por Email