sexta-feira, 29 de julho de 2011

Mais desenho tonal

Óleo sobre tela com preto, branco e terra, 2011

Neste segundo exercício, resolvi fazer uma variação do exercício anterior, só que desta vez, sem a base do desenho por baixo fixada com spray para carvão. A forma foi modelada pelo sistema de sobreposição sem retoque, no qual os planos são colocados sem recorrer ao esfumato. Isso implica a ideia de que toda pincelada conta e exige maior disciplina de preparar e desdobrar na paleta os valores para serem "encaixados" no lugar certo. A borda suave (limite da massa com transição) depende muito mais, neste caso, da fusão de massas pelo controle do peso do pincel, da quantidade de tinta e da aplicação molhado sobre molhado.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Desenho tonal (tonal drawing)

Este exercício foi baseado no livro The Science and Practice of Drawing, de Harold Speed. Um dos aspectos mais importantes do desenho tonal, também chamado de mass drawing, é treinar no óleo a habilidade de manipular a escala tonal coerentemente e a tinta, no sistema molhado sobre molhado (wet into wet). Trata-se de uma abordagem bastante abstrata por focar o valor e a forma bidimensional das massas.



1a. camada: desenho genérico com carvão, fixado com spray. Sobreposição do cinza de valor médio como imprimação.


2a. camada: sobreposição de tons altos e baixos, atentando para a densidade, pastosidade e peso das pinceladas.

Seguir por Email