sexta-feira, 29 de julho de 2011

Mais desenho tonal

Óleo sobre tela com preto, branco e terra, 2011

Neste segundo exercício, resolvi fazer uma variação do exercício anterior, só que desta vez, sem a base do desenho por baixo fixada com spray para carvão. A forma foi modelada pelo sistema de sobreposição sem retoque, no qual os planos são colocados sem recorrer ao esfumato. Isso implica a ideia de que toda pincelada conta e exige maior disciplina de preparar e desdobrar na paleta os valores para serem "encaixados" no lugar certo. A borda suave (limite da massa com transição) depende muito mais, neste caso, da fusão de massas pelo controle do peso do pincel, da quantidade de tinta e da aplicação molhado sobre molhado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por Email