quinta-feira, 27 de maio de 2010

Pedreiro

"Paraná", 35x25, carvão e lápis carvão

O início da abstração é auxiliado pelo uso de massas (do esquema de luz), do movimento no desenho e da silhueta (abordagem que mantém o desenho sempre no nível do genérico). Não se deve pensar na hachura antes da hora para dar ajuste tonal, textura ou trabalho de borda a menos que ela ocupe o lugar da massa, enquanto função. Se a massa estruturar bem, a hachura será pouco usada. Neste retrato do pedreiro “Paraná” (que está trabalhando na reforma na casa do meu pai), usei muito o carvão e o lápis carvão de uma forma inusitada: simultaneamente como informação genérica e asserção definitiva, no nível da sugestão, como fizeram vários pintores do século XIX.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por Email