sábado, 20 de dezembro de 2014

Estudo de incidência e distribuição de luz

Uma das maiores dificuldades de esculpir a forma com a luz, característica típica da abordagem pictórica, é representar a luz difusa e sutil, que acontece quando uma grande área encontra-se na penumbra. O conceito foi simultaneamente representar a luz, o movimento das massas nesse contexto sutil e dar ilusão de profundidade.

 Estruturação mista das massas e do desenho, focando o enquadramento (localização e proporção da figura no papel)

 Primeiras anotações de valor e dimensões do espaço com maior refinamento

 Nesse estágio, resolvi dar uma pausa para fazer uma análise contemplando a leitura.

Trabalho finalizado. Apesar da abordagem no estágio anterior estar mais solta, resolvi, pela sobreposição de shapes menores, atenuar as bordas e melhorar a condução da leitura das massas na penumbra de uma forma mais sutil e silenciosa. Esse é um bom exemplo de como o conceito pode guiar a ação intuitiva na direção, não da mera busca do retrato fidedigno da fisionomia, mas da proposição de uma questão e sua solução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguir por Email