sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Desenho tonal e hachura

Neste exercício de desenho tonal, a partir de uma peça de Houdon, escolhi uma abordagem mais rápida usando hachura para gerar variação tonal e também para o ajuste fino de valor.


Pastel em gama de cinzas, lápis pastel preto e tinta acrílica

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Tinta acrílica x tinta a óleo

Resolvi experimentar a tinta acrílica muito mais para matar uma curiosidade, pois ultimamente tenho ouvido com certa frequência que este material é mais difícil manipular do que o óleo pelo fato da acrílica secar mais rápido e não aceitar tantos retoques sob o sistema molhado sobre molhado. Do meu ponto de vista, o que torna o óleo o veículo mais complexo para trabalhar é essa qualidade de secagem lenta. Isso faz com que o pintor seja obrigado a lidar com muito mais variáveis como: saber esperar a melhor hora para que a tinta assente para sobrepor uma outra camada sem secar; saber compensar o grau de pastosidade da tinta da camada de baixo e de cima; antecipar mentalmente as consequências do cruzamento de cores no molhado sobre molhado (que é totalmente diferente do molhado sobre seco) - o que implica compensar o nível de saturação e de temperatura para que as cores sobrepostas não se anulem a ponto de gerar cor suja; controlar o peso do pincel, tipo de medium, tipo de cerda para conseguir determinado efeito, entre outras. Embora tenha gostado do resultado, quanto mais eu pinto com acrílica, mais fico fã do óleo.



Estudo a partir de uma peça de bronze de Rodin

Seguir por Email